SEU VISTO DE VIAGEM DÁ ACESSO AS VIAGENS TERRESTRES, AÉREAS OU MARÍTIMAS?


APRENDA ESTA ANTES DE VIAJAR...


Quem tem passaporte do Japão, de Singapura ou da comunidade européia não tem que ficar atento a alguns detalhes burocráticos que pegam qualquer viajante de surpresa. Se seu passaporte é brasileiro e na sua próxima viagem a América do Norte você deseja experimentar diferentes opções como pegar o avião, atravessar de um país para o outro de ferry e retornar de trem para o destino inicial fique atento para este relato abaixo.

Nem sempre os controles de imigração nas fronteiras estão presentes nos diferentes tipos de transporte e você poderá ser impedido de seguir viagem caso seu visto esteja limitado a um tipo de transporte. Para surpresa de Helena que montou um roteiro para explorar o lado oeste do Canadá e norte dos EUA a escolha foi natural. Chegar de avião a Vancouver, descer para Seattle nos EUA por ferry aproveitando para conhecer as ilhas locais e a encosta paradisíaca antes só vista nos filmes, voar até a Califórnia para participar de uma Conferência e retornar de trem ao destino inicial e assim ver de perto lagos, montanhas e muito verde. Roteiro perfeito para quem adora viajar e misturar prazer, um pouco de trabalho e explorar novas cidades. Tudo ia bem até o ultimo trecho, bilhete comprado, malas prontas e no inicio do check in na GRAND STATION de Seattle a inesperada surpresa:


- Sra., infelizmente não poderá embarcar porque seu passaporte e brasileiro. Disse o agente de recepção da companhia de trens.


- Como assim? Eu tenho os documentos, visto americano para viagens de lazer e trabalho o visto eletrônico canadense, paguei o ticket, qual o problema?


- Seu visto somente vale para viagens aéreas. Viagens terrestres não.


- Mas eu vim para os EUA de ferry, tranquilamente e não de avião e tudo serviu.


- Os ferries mantém controle de imigração, contudo os trens não, neste trecho entre os EUA e o Canadá. Desculpe-nos Sra., mas somente poderá retornar ao Canadá por avião.


Pode imaginar o desapontamento e a frustração advinda deste dialogo. Segundo a passageira, o dinheiro referente ao ticket foi reembolsado pela companhia de trem. O valor de US$ 40,00 dólares do ticket de trem se transformou em US$ 560,00 dólares num ticket aéreo para um voo de 40 minutos, menos tempo que a ponte aérea Rio a São Paulo.

Não pense que isso é um caso isolado, determinados vistos também estão sujeitos a entradas unitárias no país e não vale para entradas múltiplas. Quem viaja para Canton Fair na China e deseja passear por Hong Kong acaba muitas vezes impedido de retornar a Guangzhou cidade sede da maior feira comercial chinesa porque os vistos são emitidos para entrada única no país. Se for usar vôos de conexão entre um país e outro você também esta sujeito a regras especificas e que muitas vezes os passaportes brasileiros são submetidos. Recentemente ouvi um relato de um casal que viveu na Austrália por 4 anos e tirou um período sabatico de seis meses, ao seguir para o Japão da Nova Zelândia o vôo tinha uma escala de algumas horas na Austrália. O antigo visto já não podia mais ser usado. Solução? Novo bilhete, sem reembolso do anterior para seguir viagem.

Se você vai embarcar com múltiplos destinos e gosta de aproveitar para conhecer cada vez mais o mundo, lembre-se parte burocrática merece "double check" antes de embarcar.

Boa viagem!

COMPRAS

 

FAQ Produtos

FAQ Eventos

FAQ Férias

FAQ Pacotes

FAQ Ocasião

Corporativo

  • facebook
  • instagram
  • youtube
  • spotyfy

© 2019 por Wellness Collection. Termo de adesão e Política de Privacidade